622B2953-A6D1-47C3-B80E-1D8A014F74D0

Prémios Golden Boy
João Félix e Jorge Mendes de ouro em Turim

Já se sabia que a distinção lhe tinha sido atribuída, mas a glorificação aconteceu na tarde desta segunda-feira. João Félix é o vencedor do prémio Golden Boy 2019 e recebeu o troféu em Turim,  numa cerimónia que valorizou ainda o trabalho de Jorge Mendes, concedendo-lhe, pelo segundo ano consecutivo, o prémio de Melhor Agente Europeu. A eleição, em ambos os casos, foi da responsabilidade dos jornalistas do jornal italiano Tuttosport, o promotor da iniciativa que organiza há 16 anos.
“Estou muito contente”, começou por dizer João Félix, que na plateia do OGR, Centro Cultural e de Inovação de Turim, tinha, para além de familiares e amigos, o presidente Enrique Cerezo, o director desportivo do Atlético de Madrid, Andrea Berta, e ainda Rui Costa, em representação do Benfica, que não escondeu “as saudades” do menino de ouro. “As pessoas sabem o quanto trabalhei para este prémio e tenho a felicidade de o ter conquistado, eu e toda a minha famíla. Este prémio não ganha qualquer um e tive de dar um pouco mais do que consigo”, acrescentou o novo melhor jogador europeu com menos de 21 anos.

 

Jorge Mendes, que somou o segundo prémio consecutivo como melhor agente europeu, revelou que Cristiano Ronaldo considera João Félix “um fenómeno” e elevou o “talento” do jovem avançado. “Ainda tem de trabalhar muito, mas está cheio de talento”.

 

O jovem mágico, que representa o Atlético Madrid desde o verão deste ano, sucede ao defesa holandês Matthijs De Ligt, tornando-se no segundo português a vencer este prémio que premeia os melhores jogadores com menos de 21 anos que actuam na Europa, depois de Renato Sanches, em 2016. Félix somou 332 pontos, ficando à frente de Jadon Sancho (Borussia Dortmund, 175 pontos) e de Kai Havertz (Bayer Leverkusen, 75).